17 de novembro de 2012

[Resenha + Sorteio de marcadores] O Encontro - The Walk - Livro #1 do autor Richard Paul Evans


Oi, oi, oi leitores!
Vamos conferir mais uma resenha aqui no blog?

Pois bem hoje resenha do livro O Encontro além do sorteio de marcadores. E a regra é a seguinte: quem comentar na resenha já estará participando, então quando comentarem deixem o e-mail para que eu possa entrar em contato com o ganhador. O resultado sairá dia 20, então fiquem de olho! Vamos lá para a resenha \õ.

Alan Christoffersen era um homem de sorte tanto no mundo empresarial quanto no amor. Mesmo jovem ele já era bem sucedido. Alan era sócio – proprietário de uma empresa de publicidade e não apenas isso, ele possui uma casa com um valor bilionário, vários carros, férias pela Europa que mais pareciam luas – de – mel intermináveis. E o mais importante Alan era um homem apaixonado por sua mulher, McKale. Mas de uma hora para outra todo o seu mundo desaba. McKale sofre um acidente com um cavalo que a deixou sem os movimentos da cintura para baixo, dessa forma ela é levada ao hospital, durante o tempo em que sua esposa se manteve internada fazendo exames e mais exames, Alan se manteve presente todo o tempo, deixando seu trabalho de lado para que seu sócio pudesse dar conta de tudo o que estava acontecendo na empresa.

Mas o que Alan menos imaginava aconteceu, seu sócio que durante um bom tempo se conservou ao seu lado, rouba toda a sua empresa e deixa Alan na falência. Dessa forma, além de ter sua mulher no hospital ele teria que dar conta de todo o prejuízo que este roubo lhe proporcionou. Semanas depois do acidente, McKale volta para casa mais Alan. Dias após a sua chegada a casa ela sente a perna tremer e pensa que está voltando a ter seus movimentos, mas ao chegar ao hospital é detectado uma infecção e tempos depois McKale falece.

Sozinho, perdido e acabado Alan pensa em se matar, mas a promessa que ele havia feito a McKale antes de sua morte o impede de fazer esta barbaridade. Então ele sai com uma mochila nas costas numa caminhada para Key West, na Florida. Durante esta caminhada, Alan passa a refletir sobre a sua vida, várias perguntas ainda não respondidas. Ele descobre sentimentos ainda escondidos dentro dele, conhece várias pessoas com várias experiências de vida, e durante essa caminhada ele passa a dar um profundo valor ao sentido que sua vida tem.

“Meu nome é Alan Chistoffersen. Você não me conhece. “Apenas mais um livro na biblioteca”, meu pai diria. “Não aberto e não lido.” Você não faz ideia da distância que percorri e tudo o que perdi. Mais importante, você não faz ideia do que encontrei...”                              – Prólogo

É com estas palavras que começamos a estória contida neste admirável livro, e que para mim seria merecedor de um filme. Com uma narrativa feita sob o ponto de vista de Alan acompanhamos sua história antes e depois de todas as reviravoltas que acontece em sua vida. É impressionante como Richard mais uma vez me surpreendeu, pois O Encontro não é o primeiro livro que eu tenho o prazer de ler de sua autoria, A Promessa foi o primeiro livro que li do autor e que me faz ter mais vontade de ler este e os demais que estão por vim, já que O Encontro é o primeiro livro da trilogia Caminhos.

O autor expõe de uma forma simples tantos sentimentos que temos e que muitas vezes estão guardados e o poder que o recomeço pode ter, não é à toa que uma velha frase surgiu em minha mente durante boa parte desta estória e que às vezes é dita por algumas pessoas: se Deus lhe fecha uma porta, Ele ti abre uma janela. Foram várias pessoas que passaram pela caminhada de Alan e teve uma que me marcou bastante cujo nome é Collen Hammersmith ou Sr. Hammersmith se preferir, a história que essa senhora possui é emocionante, que só você lendo saberá o que eu estou falando (ops! Escrevendo). No mais, indico esta bela estória para aqueles amantes de um bom romance.

A apropriação do tempo é uma das maiores tolices do ser humano. Dizemos a nós mesmos que sempre há um amanhã, quando não podemos prever o amanhã mais do que podemos prever o tempo. A procrastinação é o ladrão dos sonhos.     – pág 29

20 comentários:

  1. adorei a resenha, mas como no momento minha lista de leitura esta extensa demais eu com certeza nao posso encaixa-lo xD
    beijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Parabéns pela resenha!
    Já li comentários super positivos a respeito desse livro e do autor!
    Esse livro já está na minha lisa de desejados a um tempo! Estou a procura de um bom romance!

    Beijos
    lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.

    ResponderExcluir
  3. Não curto muito este tipo de livro, mas esse é bacana, parece bem interessante.

    Bjão!
    http://livronasmaos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu li este livro este mês, confesso que fiquei comovida com algumas partes, mas esperava mais romance, na verdade achei mais uma história de superação.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Oi, a maioria dos livros da Editora Lua de papel soa bons vejo como exemplo O Morro dos Ventos Uivantes amei esse livro, e esse livro que vc resenhou tbm deve ser muito bom. Parabens pelo blog.

    www.resenhasteen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. O que fazer quando é preciso recomeçar...De cara já me impressiono com essa frase.
    Curti a sinopse e adorei acompanhar sua resenha,muita vontade de ler.
    Abraço!

    Bruno
    http://oexploradorcultural.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu já li A Promessa e me apaixonei perdidamente! O autor é ótimo, escreve muito bem, e surpreende de uma forma incrível! Sua resenha me deixou mais curiosa do que eu já estava ^^

    daniviolino@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Esse livro é TÃO gostoso de ser lido! Eu me apaixonei por tudo nele, de verdade. <3
    E concordo com você que ele é merecedor de um filme. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  9. Esse livro é muito liiindo pelo que você falou :D
    têm meme pra ti lá no blog.
    beijos
    www.amostradelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. A jeu já resenhou esse livro lá no blog, ele parece mesmo ser uma leitura agradável.
    Infelizmente ainda não tive oportunidade de ler nada do Richard... espero mudar isso em breve.

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu tenho um livro do mesmo autor, mas nunca li.
    Espero que seja ótimo.
    Farei o teste, rs.

    Um abraço.

    M&N.

    ResponderExcluir
  12. Tenho muita vontade de ler esse livro, parece muito lindo, sua resenha só confirmou.

    Rafa
    Blog Melody
    http://rafaacarvalho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá.
    Li sua resenha e achei ótima,parabéns :)))
    Conhecia este livro e apesar de ele não ser o da minha primeira linha de escolha,pela capa me conquistou e acabaria dando uma chance a ele :D
    Beijo
    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Amo esse tipo de romance, mas ainda não tive oportunidade de ler este livro
    E tenho muita vontade, ainda mais com sua resenha

    Beijos
    @pocketlibro
    http://www.pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Sou pouco fissurada nesse tipo de livro, mas sua resenha me deixou curiosa, poque esse parece também ter uma base filosófica... E gosto disso.

    Vim retribuir um comentário lá no meu blog que vc deixou ;D

    Bjss
    sete-viidas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Naty, que resenha maravilhosa. Fiquei louca de vontade de ler esse livro. A premissa já instiga, ainda mais agora depois de ler esses seus comentários. :D Amei!

    Beijos!
    http://universoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Eu já li "A Promessa" e gostei muito da leitura. Acredito que esse seja muito bom também. Pelo o que você disse, o livro parece ser de uma leitura leve. Acredito que gostarei mesmo.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    P.S.: oleeoh123@gmail.com

    ResponderExcluir
  18. Não sei se li o livro em um momento errado, mas eu não gostei nem um pouco do livro. É só tragedias e depois ele fica meio auto ajuda. Não sei se vou ler a continuação.

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Nati >.<
    Eu tenho um livro do autor aqui na minha estante, porém, devido a grande quantidade de livros que estão na frente dessa leitura, ainda não tive a oportunidade de ler. Mas, com certeza ele será lido em breve.
    Gostei muito da sua resenha, me fez ficar com mais vontade de ler as obras do autor; Esse livro pareçe ser realmente tranformador e tocante e eu adoro livros assim ;)

    Abraços,
    Ronaldo Gomes
    livrosobrelivro.blogspot.com

    ResponderExcluir

O blog está aberto para seus comentários :)
Gosto de saber se gostaram ou não do post!


Obrigada a todos que comentam por aqui ^^